Resumo sobre as vacinas

Dengue0

Dengue

A vacinação contra dengue previne infecções causadas pelos quatro sorotipos de dengue. Esta vacina foi licenciada em nosso país no esquema de três doses, a serem administradas em intervalos de 6 meses (0, 6 e 12 meses) e está indicada somente para crianças, adolescentes e adultos a partir de 9 anos até no máximo 45 anos de idade que já tiveram infecção prévia pelo vírus da dengue (soropositivos). Está contraindicada para as gestantes, mulheres que amamentam e portadores de imunodeficiências. A vacina não deve ser administrada simultaneamente com outras vacinas do calendário.
Gripe (Influenza)0

Gripe (Influenza)

Apesar de parecer uma doença inofensiva, a cada ano ocorrem cerca de meio milhão de óbitos devido a gripe. Atualmente, essa vacina está indicada para todas as pessoas acima de seis meses de idade, portanto crianças, adolescentes, adultos e idosos devem se vacinar. As crianças com menos de 9 anos de idade que utilizarem esta vacina pela primeira vez devem receber duas doses com intervalo mínimo de 1 mês entre as doses. As vacinas tetravalentes contra a gripe apresentam maior proteção pois sua composição confere cobertura contra duas cepas do vírus influenza A (H1N1 e H3N2) e, também contra duas linhagens das cepas do vírus influenza B. A gripe é uma doença sazonal, portanto a vacinação deve acontecer antes dos meses de inverno, quando sua incidência é maior.
Febre Amarela0

Febre Amarela

Recentemente, decorrente do grande número de casos notificados de febre amarela no Brasil, e com a ocorrência de casos também em Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Bahia e Rio de Janeiro, o Ministério da Saúde definiu novas áreas de recomendação de vacinação. A vacina contra a febre amarela está recomendada em dose única, a partir de 9 meses de vida para residentes ou viajantes para áreas de vacinação (de acordo com classificação do MS). Para as pessoas acima de 60 anos, a vacina contra a febre amarela não está contraindicada, entretanto é necessário adotar precauções e avaliar o risco versus o benefício da vacinação. Esta vacina está contraindicada para imunodeprimidos. Segundo a Organização Mundial da Saúde, para a maioria das pessoas, uma dose única da vacina contra a febre amarela fornece proteção duradoura e, portanto, uma dose de reforço da vacina não seria necessária. No entanto, os viajantes para áreas com surtos ou atividade desta doença podem considerar a possibilidade de tomar uma dose de reforço da vacina contra a febre amarela se tiverem sido decorridos dez ou mais anos da dose prévia.
Difteria, Tétano e Coqueluche acelular (dTpa)0

Difteria, Tétano e Coqueluche acelular (dTpa)

A vacina tríplice bacteriana protege contra o tétano, a difteria e a coqueluche. A vacina DTPa está indicada para crianças menores de 7 anos, e a vacina dTpa, está recomendada para os adultos, adolescentes e crianças acima de 7 anos. Elas são conhecidas como vacinas acelulares e são preferíveis, pois os eventos adversos associados com sua administração são menos frequentes e intensos quando comparados com as vacinas de células inteiras. A vacina DTPa (acelular), quando possível, deve substituir a DTPw (células inteiras), pois tem eficácia similar e é menos reatogênica. Na criança, o esquema é de cinco doses, aos 2, 4 e 6 meses de idade com reforço aos 15 meses. Um segundo reforço deve ser aplicado entre quatro e seis anos de idade. Os adolescentes com esquema primário de DTP ou DTPa completo devem receber um reforço com a dTpa, aos 11-14 anos de idade.
© 2019 PREVCENTER Agência Digital no RJ