foto-destaque-calendario-idosos v2

Vacinas para idosos

Gripe (Influenza)

A gripe humana, conhecida como Influenza, é uma infecção viral aguda que afeta o sistema respiratório. É de elevada transmissibilidade e distribuição global, com tendência a se disseminar facilmente em epidemias sazonais.

A transmissão ocorre através das secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada para a pessoa sadia durante a tosse ou o espirro. O período de incubação varia de um a quatro dias, a transmissão do vírus pode ter início no dia anterior ao início dos sintomas até o sétimo dia e, por vezes, até o décimo dia de doença.

Por vezes a gripe é doença potencialmente grave e acompanhada de complicações sérias tais como pneumonia bacteriana, otite, sinusite, desidratação, agravamento de doenças crônicas e óbito. Os idosos, as crianças, as gestantes e os portadores de doenças crônicas apresentam risco elevado de complicações pela gripe; portanto estes grupos devem receber prioritariamente a vacina contra a gripe. Aqueles que convivem no mesmo domicílio com pessoas que apresentam maior risco de complicações devem se vacinar.

A cada ano cerca de 10% a 20% da população mundial é acometida pela gripe humana com mais de meio milhão de óbitos. No Brasil, o pico de incidência da gripe ocorre entre o final de maio até agosto; portanto, recomendamos que a vacina seja realizada antes dos meses de inverno.

Esquema: O esquema vacinal consiste em uma dose anualmente; idealmente a partir do início de março. A vacina contra a gripe confere proteção a partir de duas semanas após sua administração. A vacina é inativada, purificada e segura; dor local e pequena enduração podem ocorrer.

Devem vacinar contra A gripe: todos os adultos e os idosos; atenção especial deve ser dada para aqueles portadores de doenças crônicas com risco elevado de complicações pela gripe. Os maiores de 60 anos fazem parte do grupo de risco aumentado para as complicações e óbitos por influenza.