Hepatite A

O que você precisa saber sobre a vacina

Quem deve ser vacinado?

  • Qualquer pessoa, a partir dos 12 meses de idade.

Quem não deve ser vacinado?

  • Pessoas que apresentaram reações adversas à dose anterior da vacina.

Efeitos adversos mais comuns

  • Irritabilidade.
  • Dor de cabeça.
  • Cansaço.
  • Dor e vermelhidão no local da aplicação.
  • Mal estar.
  • Febre baixa.

Mais informações

A hepatite A é causada pelo vírus da hepatite A (VHA) sendo o homem o único reservatório conhecido. A infecção pelo HAV causa uma inflamação do fígado, geralmente de curso autolimitado o qual não se torna crônico. Sua prevalência está associada ao nível socioeconômico sendo maior nos locais com saneamento básico deficiente.

A hepatite A é adquirida principalmente pela via oro-fecal através do contato pessoa a pessoa ou pela ingestão de alimentos ou água contaminados. A pessoa infectada elimina o vírus nas fezes, podendo contaminar a água; nas áreas onde não existem condições adequadas de saneamento básico, as pessoas ao ingerir a água contaminada ou alimentos crus lavados com essa água, podem se infectar, assim como ao comer marisco ou frutos do mar crus, de água poluída. Outra forma de transmissão da hepatite A é devida a falta de higiene adequada após evacuar; nesta situação a manipulação de alimentos por pessoa infectada, sem a lavagem adequada das mãos, pode disseminar o vírus. É muito frequente a transmissão de hepatite A entre crianças, que muitas vezes não lavam bem as mãos, pegam brinquedos que outras crianças vão pegar e levam os brinquedos e as mãos à boca.

Entre outros fatores de risco, destacam-se os viajantes para regiões com elevada prevalência desta doença, a ingestão de água não filtrada ou industrializada e de frutos do mar crus ou mau cozidos. Além do contato pessoa a pessoa e do contato com alimentos ou água contaminados, são descritas a transmissão em domicílios, instituições residenciais, creches e militares, a transmissão sexual e nos usuários de drogas ilícitas.

A hepatite A pode ser sintomática ou assintomática. Durante o período de incubação, que leva em média 28 dias variando de 15 a 50 dias, os sintomas não se manifestam, mas a pessoa infectada já é capaz de transmitir o vírus. A infecção por este vírus confere imunidade duradoura.

A gravidade do quadro clínico aumenta de acordo com a idade da pessoa. A criança geralmente apresenta um curso benigno, evoluindo para a cura espontânea em mais de 90% dos casos. No adulto, a hepatite A é comumente sintomática e apresenta início abrupto com náuseas, falta de apetite, febre, mal-estar e dor abdominal; dentro de poucos dias a uma semana, surgem urina escura e fezes claras seguido de icterícia e prurido. Pode haver recaídas e persistência dos sintomas por vários meses. A hepatite fulminante ocorre em menos de 1% dos casos e é a complicação mais temida desta infecção podendo levar a morte.

Dentre as recomendações para prevenção destacam-se: -vacinação; -não comer frutos do mar crus ou mal cozidos como por exemplo, ostras e mariscos (os moluscos, filtram grande volume de água e podem reter o vírus caso a água esteja contaminada); – evitar o consumo de alimentos e bebidas dos quais não se conheça a procedência;- beber somente água fervida ou clorada, nas regiões em que o saneamento básico possa ser inadequado ou inexistente;- lavar as mãos cuidadosamente antes das refeições e depois de usar o banheiro.
A hepatite A é prevenida pela vacinação; a vacina contra hepatite A está indicada a partir dos 12 meses de idade. O esquema de vacinação é composto por duas doses: a primeira dose na data escolhida e a segunda dose, seis meses após a primeira dose. Esta vacina também está recomendada para todos os adultos, sendo o esquema de vacinação composto por duas doses com um intervalo de seis meses entre as doses. A eficácia da vacina é de aproximadamente 100%.

Há a possibilidade de ser utilizada uma vacina combinada contra a hepatite A e hepatite B, onde a pessoa pode se prevenir simultaneamente contra as duas doenças. Seu esquema é composto por três doses: na data escolhida, um mês após a primeira dose, e seis meses após a primeira dose.

Pontos importantes

  • A hepatite A ocorre globalmente; estima-se 1,4 milhões de casos anualmente segundo a OMS.
  • A hepatite A ocorre esporadicamente ou de forma epidêmica.
  • O vírus da hepatite A (VHA) é geralmente transmitido pela via fecal-oral.
  • A transmissão ocorre através do contato pessoa a pessoa ou pela ingestão de alimentos ou água contaminados.
  • A incidência da hepatite A diminui substancialmente com a vacinação.

Entre em contato conosco e tire suas dúvidas

Nome
Telefone
Selecione a unidade
Mensagem
local

Unidade Barra da Tijuca

local

Avenida das Américas, 3255 – Loja 252/253 (Shopping Barra Garden – 2º piso)

local

Unidade Copacabana

local

Rua Siqueira Campos, 93 – Grupo 606 (Ed. Medical Center)

local

Unidade Ipanema

local

Rua Visconde de Pirajá, 260 – Loja E (próximo a Vinicius de Moraes)

© 2019 PREVCENTER Agência Digital no RJ