CONHEÇA NOSSO BLOG
31Maio
como se prevenir da pneumonia

Saiba como se prevenir da pneumonia comunitária

Compartilhe !

A pneumonia pneumocócica é uma das doenças mais comuns na prática clínica. Trata-se de uma infecção aguda nos pulmões causada pela bactéria pneumococo. Esta bactéria é responsável por grande parte dos casos de pneumonia, otite, sinusite e meningite em todo o mundo. A doença pneumocócica causa o óbito de 1,6 a 2,0 milhões de pessoas a cada ano no mundo. Sendo que metade destes óbitos ocorrem nas crianças e a outra metade nos adultos e idosos. O risco de doença pneumocócica invasiva é maior nas crianças com menos de um ano de idade. A pneumonia também é a principal causa de internação hospitalar nas pessoas com mais de 50 anos de idade. Por isso, é muito importante conhecer a enfermidade e seus sintomas para identificá-la o mais rápido possível. Continue lendo este artigo da Prevcenter e descubra como se prevenir da pneumonia.

Afinal, qual a principal causa de pneumonia na comunidade?

como se prevenir da pneumonia comunitária

A pneumonia comunitária é causada por vários microrganismos. A bactéria Streptococcus pneumoniae é o agente infeccioso mais comumente associado à pneumonia bacteriana, principalmente em crianças menores de 5 anos, naqueles acima de 60 anos de idade e nos adultos com condições de maior risco de pneumonia. Os pequenos, especialmente aqueles com menos de 2 anos de idade, e os idosos fazem parte do grupo de pessoas que possuem um risco maior de desenvolver a doença. Junto a eles, estão as gestantes, os fumantes, os portadores de doenças crônicas (cardiovascular, pulmonar, hepática, diabetes, câncer, entre outras) e os indivíduos com baixa imunidade.

Em adultos, o principal agente responsável pela pneumonia é a bactéria pneumococo, mas ela também pode ser causada pelo vírus da gripe (influenza). Ambos são transmitidos pela saliva ou muco expelidos quando as pessoas infectadas tossem ou espirram. A doença é a causa mais comum de morte entre os maiores de 60 anos e o risco de contraí-la aumenta 10 vezes após os 80, na comparação com pessoas que têm entre 50 e 59 anos.

Felizmente, existe uma forma viável para saber como se prevenir da pneumonia: vacina! Na terceira idade, os riscos de pneumonia pneumocócica são mais elevados, porque o sistema imunológico já está naturalmente mais fraco. A médica ressalta que essa doença pode ser grave e até requerer cuidados específicos em unidade de terapia intensiva.

Uma pesquisa da Organização Pan-Americana de Saúde, incluindo 31 países da América Latina, mostrou que a Pneumonia Adquirida na Comunidade (PAC) é a terceira principal causa de morte entre as pessoas com mais de 65 anos.

Como ela é transmitida?

Antes de explicar como se prevenir da pneumonia, é importante destacarmos as formas de transmissão da doença. A bactéria pneumococo é transmitida de pessoa para pessoa, seja em ambiente hospitalar ou comunitário. O contato direto de um indivíduo infectado com secreções respiratórias, por meio da saliva ou muco, é suficiente para disseminar o agente causador da doença. Muitas pessoas, particularmente crianças, são portadores do pneumococo na nasofaringe o que contribui para a disseminação da bactéria.

Quais são seus sintomas?

  • Febre e calafrios;
  • tosse;
  • dificuldade de respirar;
  • dor no peito;
  • confusão mental.

como se prevenir da pneumonia e sintomas

Quais são os principais cuidados?

  • Antibióticos;
  • repouso;
  • hidratação e alimentação equilibrada;
  • internação hospitalar nos casos graves.

Como se prevenir da pneumonia pneumocócica?

A vacinação é a resposta para essa pergunta. Hoje, no Brasil, existem alguns tipos de vacinas pneumocócicas disponíveis para crianças, adultos e idosos. Elas reduzem o risco de infecções graves causadas pela bactéria pneumococo e diminuem sua transmissão entre pessoas suscetíveis. Também é importante vacinar-se anualmente contra a influenza pois a gripe aumenta o risco de ocorrência de pneumonia pneumocócica.

Doctor Giving Male Patient Injection

Para saber como se prevenir da pneumonia, é importante conhecer cada uma das vacinas existentes. As vacinas disponíveis na PREVCENTER são a vacina pneumocócica conjugada 13-valente e a vacina pneumocócica polissacarídica 23-valente.

Vacina pneumocócica conjugada 13-valente

A vacina pneumocócica conjugada 13-valente inclui os 13 sorotipos desta bactéria mais prevalentes nas doenças pneumocócicas como meningite pneumonia, e otite média aguda. Esta vacina apresenta uma resposta imunológica mais robusta e de longo prazo e, portanto, esta vacina está recomendada para as crianças, para os idosos e para os adolescentes e adultos com risco elevado.

Nas crianças recomenda-se três doses da vacina pneumocócica conjugada 13-valente no primeiro ano de vida aos 2, 4 e 6 meses, e uma quarta dose de reforço entre 12 e 15 meses de idade. As crianças saudáveis até os cinco anos e as crianças com risco elevado até os seis anos de idade, que fizeram as quatro primeiras doses da vacina conjugada 10 valente, devem receber uma dose adicional da vacina 13 valente respeitando intervalo mínimo de dois meses após a última dose.

Crianças e adolescentes com risco elevado para doença pneumocócica invasiva, previamente não vacinados, podem receber a vacina pneumocócica conjugada 13-valente até os 18 anos. Nesses casos, também devem receber a vacina pneumocócica polissacarídica 23-valente com intervalo mínimo de dois meses entre elas.

Vacina polissacarídica pneumocócica 23-valente

A vacina polissacarídica pneumocócica 23-valente protege contra 23 sorotipos do pneumococo. Estes são responsáveis por quase 90% das doenças pneumocócicas graves. Ela não está indicada abaixo dos dois anos de idade por não conferir proteção adequada.

Entre os adultos, lembramos que a pneumonia é a principal causa de internação hospitalar naqueles com mais de 50 anos de idade. Esquema sequencial, utilizando ambas as vacinas conjugada 13-valente e polissacarídica 23-valente, está indicado para todos os adultos saudáveis acima de 60 anos de idade e para todos os adultos de qualquer idade portadores de doenças com risco elevado para infecção pneumocócica. Tais como imunodeficiências, HIV, insuficiência renal crônica, câncer sólido e hematológico, imunossupressão por drogas, transplantados de órgãos sólidos, esplenectomizados etc.

Todos os adultos entre 19 e 60 anos de idade portadores de doença pulmonar crônica, enfisema, asma, fumantes, doença cardiovascular crônica, diabetes mellitus, doenças hepáticas crônicas e cirrose também têm indicação de se vacinar contra a infecção pneumocócica.

Proteja-se contra a pneumonia!

Agora que você sabe como se prevenir da pneumonia, não perca tempo! Visite a Prevcenter, Clínica de Vacinação no Rio de Janeiro e tome já sua dose de vacina. Vacinamos crianças, adolescentes, adultos e idosos contra pneumonia e outras doenças graves. Nossas unidades ficam localizadas na Barra da Tijuca, Copacabana e Ipanema. Entre em contato conosco e para que possamos lhe atender melhor!

 

Posts RecentesCategoriasTags
© 2019 PREVCENTER Agência Digital no RJ